quarta-feira, 31 de agosto de 2011

Moradas - Projeto Sergipe em Foco

Com a iniciativa da historiadora Sayonara Viana e da arte-educadora Silvane Azevedo,  foi realizada em outubro de 2010 no Museu Palácio Olímpio Campos em Aracaju , e em novembro do mesmo ano no Museu Palácio Floriano Peixoto em Maceió, a exposição coletiva MORADAS, fazendo parte do Projeto “Sergipe in Foco”, contemplado pelo edital Rede Nacional Funarte Artes Visuais 2010. Sob a curadoria de Ana Cristina Carvalho, a exposição fotográfica contou com 33 imagens de nove fotógrafos (Alvaro Villela, Benedito Letrado, Isa Vanny Farias, Jr. Beira Mar, Márcio Garcez, Marco Vieira, Michel Oliveira, Mônica Flávia Carvalho e Tanit Bezerra), que a partir de um trabalho de campo, captaram imagens de moradas sergipanas em oito regiões distintas (Grande Aracaju, Baixo São Francisco, Centro-sul, Alto Sertão, Médio Sertão, Região Leste, Agreste e Sul). Segundo a curadora, a escolha do tema baseou-se em critérios que consideram a importância do registro documental do contexto do morar - a casa- como tecido constitutivo da cidade e do campo, evidenciando a presença humana no ambiente, mesmo que ela não seja visível.

Cidade de Lagarto - Agreste sergipano


Cidade de Tobias Barreto - Agreste sergipano

Cidade de Itabaiana - Agreste sergipano
Ao ser convidado à participar da exposição MORADAS, duas questões me afligiram inicialmente. A primeira, o fato de não ser sergipano, na verdade o único convidado de outro estado, o que já aumenta a responsabilidade, uma vez que, tendo morado muitos anos em Aracaju, conheço muito bem a importância que tem eventos como esse no fotalecimento da sergipanidade. A segunda questão que levantei, cá com os meus botões, foi que não teria tempo suficiente para fazer uma viagem ao agreste sergipando, micro região a qual fui encarregado, por sorteio, de fotografar.
A solução que encontrei foi recorrer ao meu arquivo de mais de 10 anos de fotografias em terras sergipanas e procurar estabelecer diálogos imagéticos falando daquela gente e sua morada. O resultado são esses 03 dípticos que vocês podem ver.

Os fotógrafos: Márcio Garcez, Isa Vanny, Marco Vieira, Mônica Flávia Carvalho, Jr. Beira Mar, Tanit Bezerra, Benedito Letrado e Alvaro Villela, durante a abertura da exposição em Aracaju.

Conversando Fotografia

Essas duas, foram palestras que considerei muito significativas, a primeira  foi em abril de 2010 e a outra, coincidentemente, em abril de 2011. Para mim, tiveram uma importância especial por permitirem um distanciamento da minha obra fotográfica, fazendo com que eu pudesse compreendê-la, como um só corpo, no seu desenvolvimento, "pari passu" ao meu próprio amadurecimento.  

Palestra a convite da Galeria do Olhar e Salvador Foto Clube

Palestra a convite do trotamundos - coletivo de fotógrafos de Sergipe.

terça-feira, 30 de agosto de 2011

Bratislava no Traja mušketieri - 08 de setembro de 2010

Dia 08 de setembro, justamente o dia do meu aniversário, foi a abertura da exposição no Central European House of Photography. Essas fotos foram feitas durante o almoço no restaurante Traja mušketieri (Os três mosqueteiros). Um lugar muito agradável, que reproduz através da arquitetura, cardápio  e música a atmosfera medieval. O pessoal da embaixada brasileira, super receptivos, me surpreenderam com esse ambiente pra lá de especial, onde juntos, comemorarmos essa data, para mim, duplamente importante!

Funcionários da embaixada brasileira na Bratislava.

Tirando onda de Dartanhan, comemorando meu aniversário.

Zdravie!!



segunda-feira, 29 de agosto de 2011

Abertura da exposição A NATUREZA DO HOMEM NO RASO DA CATARINA - Bratislava - Eslováquia Setembro de 2010

Ao meu lado esquerdo, Marília Sandenberg, embaixadora do Brasil na Bratislava, e essa moça bonita a minha direita é a Zuzana Laptikova, curadora de fotografia da Central European House of Photography. Foto Peter Prochazka
Foto Peter Prochazka


Galeria Fuji da Central European House of Photography.
Central European House of Photography


quinta-feira, 25 de agosto de 2011

PHOTOLUCIDA - CRITICAL MASS TOP 50, 2010

Essa foi a imagem selecionada da série, A NATUREZA DO HOMEM NO RASO DA CATARINA, para fazer parte da exposição coletiva CRITICAL MASS TOP 50 - 2010, pelas cidades americanas de Seattle, Portland e San Francisco, juntamente com outros 49 fotógrafos de diversas nacionalidades.


Acesse o link: http://www.photolucida.org/cm_winners.php


Olá, amigas e amigos!

Finalmente estou dando vida à este blog, confesso que as primeiras palavras são difíceis, até por que não tenho uma forma definida para ele, muito menos o seu conteúdo. O que sinto, é uma imensa vontade de mostrar o que tenho feito, tanto aquilo que me é solicitado por terceiros, como o que venho produzindo atendendo as minhas próprias demandas.
Vou  iniciar pontuando os acontecimentos que considero importantes e comentar alguns. Quanto ao nome Olho Vivo, a inspiração veio de um antigo desenho animado, que curti enquanto garoto...trata-se de um detetive, o Olho Vivo, e seu assistente o Faro fino. Como os nomes sugerem, dois espertos detetives, sempre atentos às pistas a sua volta a fim de solucionarem os diversos casos que surgiam. Em se tratando de fotografia, olho vivo e faro fino, são características que precisamos desenvolver no nosso cotidiano para apurar a sensibilidade. O olhar atento e antenado, sempre será a principal ferramenta do fotógrafo!
Bom, acho que é um começo!